Empregnando...parte 2

Vejam a diferença entre uma e duas demãos, o Barco está ficando plastificado.

Comentários

  1. Tá ficando legal, Roger!
    Voce tem marcado o lugar onde vão ficar as anteparas? Se voce não pôs uma fita crepe para não resinar as zonas de colagem do casco com as anteparas e a quilha, voce pode ainda antes de montar, lixar estas zonas para retirar o epoxi, e assim garantir uma aderência ótima para os filetes pois as colagens encima do epoxi podem não ficar 100%. Fica mais fácil fazê-lo agora no estágio que se encontra.

    ResponderExcluir
  2. Me arrependi de não resinar o interior nesta fase. Me deu muito mais trabalho fazê-lo depois

    ResponderExcluir
  3. Marcos ainda hoje falei de vc, justamente sobre isso, comentei que vc tinha feito a empregnação tudo montado, meu socio falou, "poxa ele deve ter tido mais trabalho..." chegamos a considerer essa opção de tapear tudo, mas temos uma retiticadora (aquelas lixadeiras que tem uma pedra) e acho que vai ser mole lixar os locais dos filetes. Mais alguns dias estaremos abrindo o casco.

    Comandante Cassio, nada disso estaria acontecendo se vc e o Chico não tivessem me pilhado em fazer meu proprio barco.

    ResponderExcluir
  4. Pois é Rogério, me deu um trabalhão. Outra sugestão é para voce fazer seis cavaletes simples de abrir(com dobradiças e cordinhas na parte de baixo para limitar a abertura)para quando não estiverem em uso não ocupar muito espaço. Não se esqueça que eu estou trabalhando num espaço proporcionalmente igual ao teu ou menor. Com os cavaletes vai ser melhor pois se trabalha em pé, se cansa menos e rende mais.

    ResponderExcluir
  5. Ops! Olhando melhor a foto, ví que voce tem uma enorme mesa de trabalho, onde está apoiado o costado! Que mancada a minha...

    ResponderExcluir
  6. Nossa mesa são 8 cavaletes (fixos de perna de 3", todos com 80cm de altura) + um armarinho que por acaso estava da mesma altura. debaixo dos cavaletes estão as ripas de cedro e em cima as folhas de compensados. Nós forramos tudo com plastico e quando precisamos de uma placa é só puxar debaixo. Para empregnar os dois costados puxamos algumas folhas debaixo e a mesa alargou... está funcionando muito bem, eu estava com medo de sujar as placas embaixo do plastico, mas duas camadas do plastico preto de obra estão segurando os pingos do epoxi. Na semana que vem quando abrimos o 1º casco a configuração da oficina vai mudar toda...e aí vamos ver se vai dar para fazer o outro casco ao lado como vc fez. Tenho minhas duvidas, pois na hora da virada ele vai estar fechado, não dá pra virar pela metade como o 26, as cavernas ficam muito para cima do casco de baixo. Não posso apoiar uma roldana no telhado, ele não aguentaria e devo virar o casco com uma pç que vamos construir depois.

    ResponderExcluir
  7. O trabalho está ficando muito bom. E está avançando rápido. Parabéns.

    Eu ví em outra postagem sua, que vocês estão impregnando com um rolo. Eu posso recomendar a impreganção com uma espátula de plástico. O acabamento fica ótimo, e economiza nos rolos...

    A espátula foça a resina para dentro das fibras da madeira, proporcinando uma boa impreganção. Além de ser uma forma muito rápida de trabalhar.

    É só derramar o epoxi na madeira, e ir espalhando com a espátula. Se você continuar espalhando o epoxi pela madeira, você percebe quando ela está toda saturada. Ai você tira todas as sobras com a espátula. Fica perfeito.

    Abraços,
    Peter

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Voando mais baixo e olhando para o Tiki 21

Catamaran ou Catamarã

Lançamento da Melanésia