Family Spinaker

A algum tempo atrás ganhei um balão, de uma pessoa que foi muito especial na minha vida e me ensinou a velejar e a olhar para o mar, e seus marinheiros com o devido respeito. Ronald Costa Sousa, Pai de Pig e Giant, que Deus o tenha em bons mares. 
Esse balão foi a alegria da "galera" no domingo passado, quando içei-o no Tiki pela primeira vez. Ventinho fraco, de 3 a 6 nós. Eu passeando com a Familia, as crianças brigando para saber quem ia no leme, meio entediadas com o vento quase parando. Resolvi dar um pouco de emoção. 
Subi um pouco no vento, escolhi a proa de barlavento, levei o balão no saco, amarei o punho na proa, passei a escota pelo cunho da travessa do mastro, amarrei o saco, amarrei a adriça, abri a boca do saco puxei metade pra fora, corri para o pé do mastro e caçei a adriça, com uma pequena caçada na escota e o balãozinho herdado do soling "fleur de rose" de Sr. Ronaldo encheu com a briza da enseada de Mangaratiba. Encheu também o TikiRio e seu Capitão aqui de alegria. Foi uma perna curta de 2 milhas, se aproximando de Porto Bello com Paloma no leme e eu só apreciando o momento, lembrando quanta coisa aconteceu para chegar até ali. Nesses momentos que a gente esquece todos aqueles sufocos da construção e fala pra si mesmo, valeu a pena.

A mata atlantica ao redor de Mangaratiba,
nos lembra porque chamam de Costa Verde a região


Minha filha Paloma se divertindo no leme do Tiki

O improviso da escota, funcionou bem.

Gustavo, explorando a região


Uma linda tarde para velejar

Quem vai no leme agora?

Caçula sempre se dá mal...


Comentários

  1. As crianças brigando por um motivo tão nobre deixam o pai-capitão orgulhoso! Ê coisa boa!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, Rogério! Momentos assim, curtidos com a família, nunca sairão de nossas memórias, deixando claro que todo o sacrifício e contratempos da construção valeram à pena! Nada paga o orgulho de bater no peito e afirmar - eu construí este barco! Tenha certeza que seu blog e seus relatos foram decisivos na minha decisão de construir o meu. Como já lhe disse, estou esperando um POP 25 ir pra água para sabermos seu desempenho e me decidir por que projeto optar (TIKI 26 ou POP 25). Pode parecer incoerente, mas não tenho preferência por mono ou multi casco, gosto de ambos. Estou construindo meu estaleiro particular em Santa Teresa, que terá aproximadamente 50m2 (espero que seja espaço suficiente) e gostaria de uma visita sua para dar sua impressão. Assim q terminar a obra te aviso, e se me der o prazer, providencio a picanha e a cerveja. Grande abraço e obrigado por todo o estímulo e informações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Felipe, legal saber que o blog motiva outras construções. Entre no blog do charter e mande-me um e-mail para combinarmos uma visita. O espaço ideal deve ser maior que o barco uns 2 metros no comprimento e o dobro da boca do casco, para poder virar com tranquilidade.

      Excluir
  3. Muito bom, isso sim dá para dizer que é uma recompensa merecida!

    ResponderExcluir
  4. Alucinante este relato! Imagino o visual! E depois de tantos perrengues na construcao! Boas velejadas merecidas!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Voando mais baixo e olhando para o Tiki 21

Catamaran ou Catamarã

Lançamento da Melanésia